A TUALLE – Tuna Universitária Afonsina de Loulé é composta por diferentes hierarquias, definidas pela antiguidade na Tuna.

O primeiro patamar é denominado Zervs (Projecto), patamar este que tem um estatuto próprio. O Projecto usa gravata com o nó para as costas, não usa batina, só pode usar a capa dobrada ao ombro e, como manda a tradição académica, sempre no ombro esquerdo (do lado do coração). Além disto, e como o próprio nome indica, é um projecto a futuro membro da tuna, pelo que tem que mostrar empenho e gosto pela tradição e por toda a hierarquia.

O segundo patamar após ser Zervs é intitulado Minimvs (Caloiro). Aqui o Minimvs continua a usar o nó da gravata para trás das costas mas já pode usar batina e pôr a capa pelas costas (ainda não a pode traçar). Deste modo, sendo caloiro já é parte integrante da tuna.

Terceiro patamar, os Altvs (TMN – Tuno Mais Novo), neste patamar estão incluídos os Tunos até perfazerem um ano como Altvs. Neste patamar já se pode usar a gravata normalmente e traçar a capa.

Passado um ano como Altvs chegam a Magnificvs, o quarto patamar, o estatuto mais alto como Tuno.

Existe ainda um patamar especial reservado aos Fundadores, chamados de Maximvs.