RISO DE MENINA

 

Levados meus pensamentos

P’lo vento que te levou

Só me sobraram os lamentos

Que a saudade partilhou

 

Teus olhos já não são meus

Se quebrou todo o encanto

Os meus serão sempre teus

Mesmo cobertos de pranto

 

[Refrão]

Ao teu riso de menina

Meu coração se rendeu

Era uma bênção divina

Sem ele já não sou eu

 

Falar-te são os anseios

Que tenho a todo o momento

Não ver-te são meus receios

Não ter-te é meu tormento

 

A minha voz a cantar

É p’ra dizer que te quero

Que voltes para te amar

Em cada dia te espero

 

[Refrão]

 

Letra: Dina Carapeto

Música: Jorge Semião

 

Um hino às Mulheres. Elas que nos fazem suspirar, elas que nos fazem cantar, elas que são, segundo alguns poetas, a melhor coisa do mundo. É para elas esta música, para os seus encantos são estas palavras sentidas. Pelo sorrir delas nós cantamos o “Riso de Menina”.